sábado, 10 de dezembro de 2016

Saudades


Hoje me atingiu um devastador sentimento de saudade
Quem nunca foi destroçado por esse sentimento
Não sabe o que é dor
Nunca provou desse amargor
Mas não sabe o que é felicidade.

Felicidade é o que sua lembrança me traz
Embora permaneça em meu coração
A cruel precisão
De te ver uma vez mais.

Se eu deixasse de saber o que é saudade
Também deixaria de saber o que é felicidade.

Por mais que essa sensação me faça sofrer
Eu digo com toda calma
Do fundo da minha alma
''Eu jamais quero te esquecer''.

Disarm


Quando você veio a mim
Com quatro pedras na mão
E ódio no coração.

Eu sabia exatamente o que fazer
Revidar, te fazer sangrar, te fazer sofrer
A velha lei de talião
Sempre praticada pelos homens de então.

Quando te vi ali
Com um sorriso nos lábios
paz na alma e disposição
para perdoar todo o mal que eu lhe fiz.

Eu tive que fugir para minha caverna de dissabor
Reconheci em sua face a mais pura felicidade e amor
E isso me assustou.

Amor é um sentimento perigoso e complicado
E aquele seu sorriso tinha o poder de me desarmar
Me fazer sorrir, me fazer amar
Mas eu estou em guerra
E um soldado em guerra não pode andar desarmado.